Legião de Maria

LEGIAO DE MARIALEGIÃO DE MARIA

Em Dublin, no dia 7 de setembro de 1921, véspera da Natividade de Nossa Senhora e por iniciativa de Frank Duff, jovem funcionário do Ministério das Finanças, reúnem-se umas quinze pessoas para juntas procurarem uma forma de apostolado.

Todos invocam o Espírito Santo e rezam o terço, após o que, resolvem visitar dois a dois, tal como os apóstolos, os doentes de um hospital de psiquiatria. Exprimem também o desejo de se reunirem todas as semanas. Assim a Legião de Maria acabava de nascer, com suas características: oração em comum, trabalho apostólico bem determinado, reunião semanal. A Legião foi a princípio, conhecida como Associação de Nossa Senhora da Misericórdia. Só em novembro de 1925, pouco mais de 4 anos após o seu nascimento, adotou-se o nome de Legião de Maria. Em 1930 usou-se pela primeira vez o termo "praesidium", para designar o grupo local e "Concilium", o conselho central.

Dentro das pastorais existentes na paróquia a Legião realiza os seguintes trabalhos: Visitas domiciliares, visitas a doentes nos lares e hospitais, visitas a famílias recém chegadas ao bairro, recrutamento de novos membros para a Legião, visitas ao Lar dos idosos, Orfanatos, coordenação de grupos de rua (estudo bíblico, novenas, reza do terço), catequese para crianças, adolescentes, adultos (primeira Eucaristia, perseverança, crisma, batismo), encontros para jovens, alfabetização de adultos, e outras. Anualmente realiza uma jornada apostólica onde todas as casas de um determinado bairro são visitadas.

A legião de Maria está à disposição do Bispo da Diocese e do Pároco para toda e qualquer forma de serviço social e de ação católica que essas autoridades julguem convenientes ao legionários e útil à Igreja.

"A Legião de Maria é um Movimento da Igreja Católica constituída de leigos e leigas que tem como vocaçãoa Missão Evangelizadora no Mundo".